Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Gainsborough’ Category

GAINSBOROUGH, Thomas. The morning walk. Óleo sobre tela, 1785. Londres, The National Gallery

Como todos os grandes levantes populares, a revolução francesa, teve um efeito profundo, tanto nas roupas masculinas quanto nas femininas. Não havia mais casacos bordados nem vestidos de brocado, perucas ou cabelos empoados. Não havia mais penteados elaborados“.
ÁRIES, Philippe; DUBY, Georges. História da vida privada: da Revolução Francesa à Primeira Guerra.

O resultado foi uma onda de anglomania, que alcançou seu auge quando os privilégios dos nobres franceses foram extintos.
Durante a fase do terror da Revolução Francesa, era perigoso usar roupas elegantes de qualquer espécie, mas, após a execução de Robespierre, que combatia a nobreza, os que sobreviveram à guilhotina voltaram a se vestir como queriam.
E o que eles queriam usar era uma versão fantasiosa das roupas campestres inglesas, com colarinhos altíssimos na nuca, os lenços de pescoço tão volumosos que, às vezes, subiam acima do queixo e, até, escondiam a boca.
As perucas foram abandonadas e o cabelo não-empoado formava uma mecha desalinhada, escovada sobre a testa.
Nas roupas masculinas, a busca da simplicidade significou o abandono das roupas francesas.
Tiraram todos os bordados dos casacos e os mandaram fazer em tecido liso.
Aboliram os babados de renda no pulso e no pescoço, puseram de lado as meias brancas de seda e passaram a usar botas resistentes, além de substituir o chapéu, por uma forma primitiva de cartola.

Anúncios

Read Full Post »

GAINSBOROUGH, Thomas. Duquesa de Beaufort. Óleo sobre tela, 1770. St. Petersburgo, The Hermitage Museum

Os cabelos femininos, tendo sido, até então, penteados baixos, começaram a se elevar, na década de 1760, chegando até quase 1 metro de altura e cobertos de plumas.
Um topete altíssimo puxado a partir da raiz dos cabelos e esticado sobre uma almofada, no alto da cabeça, formava o centro da construção.
Fileiras de cachos dos lados, e toda a estrutura era mantida no lugar por um grande número de longos alfinetes duplos.
Os alfinetes duplos eram o que chamamos de grampos de cabelo.
A almofada era um travesseirinho cheio de fibra, lã ou crina de cavalo e, como provocava dores de cabeça, foi mais tarde substituído por uma armação de arame sobre a qual o cabelo natural era enrolado, com a ajuda de mechas postiças.
Com a ascensão ao trono, de Maria Antonieta, as mulheres aplicavam-lhes pomada e pó branco, e enfeitavam-nos com cestos de frutas, caravelas com as velas abertas, moinhos de vento com animais do campo em volta, jardins com flores naturais ou artificiais e borboletas.
Para manter todo esse volume de pé, usavam um suporte de crina de cavalo por trás da cabeça, além de alfinetes.
Essa estrutura, que, às vezes, permanecia intocada por meses, logo se transformava em abrigo de piolhos, e as mãozinhas de marfim na ponta de uma vareta comprida, os coçadores, eram feitas para serem enfiadas dentro do penteado, numa tentativa de aliviar a coceira insuportável.

Deixe seu comentário:
Essa moda só poderia vingar nos países mais frios. Em clima tropical, seria impossível aguentar essa montanha de cabelos por muito tempo.
Concorda?

Read Full Post »

GAINSBOROUGH (1727 – 1788)

O afastamento da figuração religiosa na Inglaterra, a seguir à Reforma, explica o excepcional desenvolvimento, neste país, de um gênero que permitiu aos artistas, por si só, manterem a sua atividade: o retrato.
Por entre os que brilhantemente ilustraram esse gênero, encontra-se Thomas Gainsborough, cujos gostos o levaram, inicialmente, para a paisagem de inspiração holandesa e que se formou, essencialmente, por estudos a partir da natureza.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: