Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cultura’

Ficou comprovado: A moda pode ser considerada o espelho de cada época.

Observando o modo como um povo se veste, o estilo que adota, as cores que escolhe, os acessórios que elege para completar sua elegância, têm-se todos os indícios de sua cultura, de seu padrão de vida, de seus valores, de sua ética e, até, no nosso caso, de sua História.

A moda reflete as preferências do momento, bem como as dificuldades econômicas ou, ao contrário, as épocas mais pródigas.

A pintura dos grandes mestres serviu, além de outros propósitos, para demonstrar esses movimentos da moda através dos séculos.

O desenho e a pintura têm sido, desde a Pré-História, os grandes veículos de informação sobre as condições de vida, gostos e tendências dos grupos humanos, através dos tempos.

Graças à iconografia, hoje, podemos visualizar os estilos de vestir de outros tempos e reconstituir cenários e personagens de épocas remotas ou mais recentes.

Essa possibilidade tem acudido teatrólogos, cineastas e profissionais da moda, contribuindo, decisivamente, para saciar a natural curiosidade das gerações atuais, sobre a história do homem na terra.

Todos esses conceitos podem ser comprovados através da arte, em seus diversos estilos de pintura, de acordo com o contexto histórico das respectivas épocas.

Ao término do século XX, a moda, com seus múltiplos sistemas, parece um fenômeno definitivamente admitido até nos recônditos mais perdidos do planeta.

Nós a consumimos se pudermos.

Querendo, nos distraímos com ela.

Falamos dela.

Vivemos dela.

Acontece até de morrermos por ela…

 

Deixe seu comentário:

Você concorda com a autora, quando ela diz que a moda pode ser considerada o espelho de cada época?  Por que?

Read Full Post »

A arte é tudo que é produzido pelo homem, e não, pela natureza. Por mais que se estude uma obra, estilo ou movimento artístico, sob quantas vezes desejar, ela permanece sublime e como a mais potente representação do espírito humano. O belo é o sensível mais perfeito. Sob a arte, pode-se ter um ponto de vista estético, psicológico, sociológico, histórico, psicanalítico, filosófico, antropológico.

Forma e conteúdo
A forma é o modo pelo qual o pintor utiliza elementos específicos de expressão: as linhas, cores, sombras, luzes, massas e planos e não a simples destreza ou correção de desenhar, de pintar. A forma é o que nos primeiro toca. Na forma estão os valores instintivos, vitais, elementares, permanentes e universais da criação artística.

O conteúdo é aquilo que o pintor representa, descreve ou narra. Tem significação secundária, servindo apenas de suporte aos valores expressivos da forma, pois a finalidade última da pintura não é representar ou narrar acontecimentos, mas, estabelecer relações de harmonia ou de contraste entre as linhas e as cores. No conteúdo estão os valores intelectuais, condicionados pelas circunstâncias históricas e sociais. É a roupagem da contemporaneidade com que se veste aquele impulso vital, para melhor comunicar-se, e a arte poder realizar seu destino social de instrumento de expressão e de comunicação.

Porém conteúdo e forma são elementos que se completam inseparavelmente.

Quando o pintor se preocupa mais com a forma, sua obra é dotada de plasticidade (relacionamento expressivo, numa obra de arte, dos elementos sensíveis: cores, formas, linhas e volume). Quando seu interesse se volta para o conteúdo sua obra possui ilustração.

O valor super-histórico da arte
A arte conserva um valor super-histórico, que permanece acima das transformações históricas e sociais, com as suas concepções religiosas, filosóficas e morais; com suas ciências e técnicas. Os valores permanentes de uma obra de arte independem do regime político em que tenha sido produzida. As obras sobreviverão, tocarão, no futuro, a sensibilidade de outros homens; pelos valores artísticos permanentes e absolutos que possuírem. Sobreviverão por sua forma.
A pintura é um dos meios de que o homem dispõe para exprimir-se e comunicar-se com os seus semelhantes, mediante ou não a representação das imagens visuais da realidade. O valor de permanência e de universalidade está na forma. São comuns a todos os seres humanos, em todos os tempos e lugares. Pairam acima da natureza social do indivíduo. Os valores do conteúdo, ao contrário, dirigem-se à percepção intelectual, bastante diversificada, conforme os efeitos de cultura de cada indivíduo (seu conhecimento do mundo).
A forma está relacionada com a vitalidade do homem, enquanto que o conteúdo relaciona-se com a sua cultura.

Deixe seu comentário:

E para você?  O que é a arte?

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: